Como a meditação budista manteve os garotos tailandeses calmos na caverna

Quando os 12 meninos tailandeses que ficaram presos em uma caverna, foram encontrados por mergulhadores britânicos há uma semana, eles foram encontrados supostamente meditando.

“Veja como eles estavam quietos esperando lá. Ninguém chorava nem nada. Foi surpreendente ”, comentou uma das mães à uma rede de TV local. Ela estava se referindo a um vídeo amplamente compartilhado do momento em que os garotos foram encontrados.

Acontece que o treinador deles, Ekapol Chanthawong, que liderou os meninos na caminhada na caverna, praticou meditação como um monge budista por uma década antes de se tornar treinador de futebol. De acordo com várias fontes de notícias, ele ensinou os meninos, com idades entre 11 e 17 anos, a meditar na caverna para manter-se calmos e preservar sua energia para enfrentar os dias difíceis que ainda estavam por vir.

“Ele podia meditar até uma hora”, disse a tia de Ekapol, Tham Chanthawong, à AP . “Definitivamente ajudou-o e provavelmente ajuda os meninos a manterem a calma.”

Nessa terça-feira, todos os 12 meninos e o técnico foram resgatados.  Ekapol, de 25 anos, foi morar em um mosteiro aos 12 anos depois de ficar órfão. Segundo o ‘Straits Times’ , ele treinou para ser um monge por 10 anos em um mosteiro em Mae Sai, na Tailândia, mas deixou o mosteiro para cuidar de uma avó doente. Ele então foi contratado para ser o assistente técnico da equipe, conhecido como os Wild Boars, ou Javalis Selvagens.

O treinador Ake, como é conhecido, ainda mantém contatos próximos no mosteiro. O abade disse ao Wall Street Journal que ele é “um jovem responsável que medita regularmente”.

A meditação é uma prática útil em uma situação extremamente estressante. A meditação budista existe há 2.600 anos, desde que o Buda começou a ensiná-la como ferramenta para alcançar compreensão e paz de espírito e, em última instância, libertação do sofrimento.

Recentemente, pesquisadores científicos mostraram em contextos clínicos que a meditação mindfulness, traduzido, ‘atenção plena’ (uma prática específica de meditação ensinada no budismo tailandês e em outras partes do mundo) pode reduzir a ansiedade e a depressão, bem como a dor.

Embora existam poucos estudos sobre meditação e saúde mental, uma análise de 2014 da Johns Hopkins descobriu que a meditação, e em particular a atenção plena, pode ter um papel no tratamento da depressão, ansiedade e dor, tanto quanto medicamentos, mas sem efeitos colaterais.

A meditação também pode, em menor grau, reduzir o impacto psicológico, segundo o estudo. A pesquisa sobre crianças ainda é bastante preliminar, embora mais e mais escolas estejam implementando programas de meditação da atenção plena.

ต่อให้อายุ 25 ก็ใช่ว่าจะเป็นผู้ใหญ่เต็มตัว เค้าคือพี่ที่อายุมากสุดในกลุ่ม ต้องดูแลน้องๆจากทุกอย่างที่คาดเดาไม่ได้ เค้าก็แค่พากันไปเที่ยวในที่ที่เค้าไปประจำ ใครจะรู้ว่าฝนจะตก น้ำจะท่วม จะออกไม่ได้ จะต้องติดข้างใน ใครจะรู้? นี่นับถือใจโค้ชมากเลยนะ ยอมอดอาหารจนผอม อ่อนเพลีย แต่น้องๆ ต้องรอด ทั้งๆที่สถานการณ์นั้น จะเห็นแก่ตัวก็ทำได้ แต่เค้าไม่ทำ ภาวะคับขันแบบนั้น โค้ชยังกระตุ้น ดูแล และระวังให้ 12 ชีวิตปลอดภัย ใน 2 มือเนี่ย เชื่อว่าทุกคนรักโค้ชและทุกคนเชื่อว่าโค้ชดูแลน้องๆได้เป็นอย่างดี อย่าโทษตัวเอง อย่าว่าตัวเองผิด ภัยธรรมชาติ เราควบคุมไม่ได้นะ ☺ เค้าเป็นผู้ประสบภัย ไม่ได้ทำผิดอะไร ฮีโร่คนแรกของเด็กๆ เข้มแข็งนะโค้ช เอาใจช่วย สู้ๆนะ❤✌🏼🌷⚘💐 We can't control the natural disasters but we can stand until we through. Respect on you Coach Aek. You're the best of coach. Praise on you the first hero of youth football team..RESPECT🙌🙌👍👍 #โค้ชเอก #ฮีโร่ #โค้ชแท้ #ถ้ำหลวง #ถ้ำหลวงขุนน้ำนางนอน #13ชีวิตต้องรอด #13ชีวิตรอดแล้ว #หมูป่าอะคาเดมี่ #หมูป่า #แม่สาย #thamluang #ThamLuang #thailand #strong #believe

A post shared by Jiraporn Luekaewma (@mai_jacknight) on

Em um desenho está circulando na Tailândia, um artista mostra Ekapol com um colo cheio de pequenos javalis, pacificamente meditando. Embora ele tenha conseguido manter os meninos seguros e calmos, Ekapol pediu desculpas a seus pais em uma carta entregue pela Royal Thai Navy no sábado. “Para os pais de todas as crianças, agora as crianças estão bem, a equipe está cuidando bem. Eu prometo que vou cuidar das crianças da melhor forma possível. Quero agradecer por todo o apoio e quero me desculpar ”.

Compartilhe!