Garotos da caverna tailandesa acenam das camas do hospital enquanto novas imagens do resgate dramático são divulgadas

Pela primeira vez após o resgate, os meninos da caverna aparecem acenando da cama de um hospital usando máscaras cirúrgicas. Além disso, imagens do resgate dramático estão sendo divulgadas aos poucos. Nas imagens do Hospital Chiangrai Prachanukroh, eles  estão em uma unidade isolada da instalação médica.

Os garotos estão sendo mantidos longe de seus entes queridos para evitar  contrair infecções, depois de ficarem presos na rede de cavernas por 18 dias. Jedsada Chokdumrongsuk, vice-diretora geral do Ministério da Saúde Pública, disse que os médicos deixam os meninos andarem em torno de suas camas.

As oito crianças resgatadas, no domingo e na segunda-feira, estão em “alto astral” e o sistema imunológico já esta fortalecido. A equipe médica está se concentrando na respiração dos meninos e no sinais de hipotermia e histoplasmose, uma infecção pulmonar conhecida como “doença da caverna”.

A histoplasmose é causada por excrementos de morcegos e pássaros, e pode ser fatal se não for tratada e se espalhar para outras partes do corpo.

“A hipotermia é a condição mais assustadora. A temperatura corporal cai quando a água está muito fria”, disse um médico, acrescentando que toda uma parte do hospital foi reservada para o tratamento dos meninos.

Os pais dos rapazes também podem ser vistos chorando e acenando para as crianças por detrás de uma barreira de vidro.

A filmagem do HEARTWARMING mostra os 12 garotos resgatados de uma caverna inundada na Tailândia acenando no hospital nessas terça-feira (11), quando um vídeo dramático do resgate é divulgado.

É um clipe contendo imagens dos garotos sendo resgatados em macas da caverna em Chiang Rai, logo depois de saírem do verdadeiro inferno que viveram nesses 18 dias. A operação de resgate durou três dias e salvou com sucesso todos os 12 garotos e seu treinador de futebol.

Trabalhadores de emergência ajudaram a resgatar uma das crianças do complexo do túnel escuro. Todos os meninos e seu treinador de futebol sobreviveram à provação graças a uma equipe de resgate heroica, os melhores mergulhadores e profissionais do mundo todo se envolveram nesse trabalho. Todos voluntariamente.

“Mas o que mais nos preocupa são as infecções. Há todos os tipos de doenças na caverna, nos morcegos, na água suja. Tudo lá é muito sujo.”  Chokdumrongsuk disse que os quatro primeiros garotos resgatados, com idades entre 12 e 16 anos, já podem comer comida normal.

Dois deles possivelmente têm uma infecção pulmonar, mas todos os oito estão  “saudáveis ​​e sorridentes”, disse ele.

Logo depois que o último rapaz foi salvo, os mergulhadores contaram que ouviram gritos assustados de equipes de resgate dentro do complexo de cavernas de Tham Luang. O pânico foi causado por bombas, que estavam drenando o túnel que falharam de repente, enchendo o complexo com água.

Em entrevista ao The Guardian, um dos heróis do resgate disse que ele viu “uma enxurrada de tochas” de trabalhadores de emergência fugindo em direção à entrada do túnel. O mergulhador acrescentou: “Os gritos começaram a chegar porque as bombas principais falharam e a água começou a subir”.

Mas ele revelou que os 100 membros remanescentes da equipe de resgate conseguiram escapar da caverna em uma hora, junto com os Oficiais da Marinha da Tailândia e o Dr. Richard Harris, que cuidava dos meninos.

Assista:

Compartilhe!